Header Ads

NEWS

Tecnologia e afins

Cientistas resolvem um dos maiores problemas da computação quântica.


Você  deve tá se perguntado. Computar quântico??? Isso é física ??  Pó veio mas a ideia é essa mesma pura física moderna que associada a computação trará  um avanço brutal a tecnologia como a conhecemos.




" A computação quântica é a ciência que estuda as aplicações das teorias e propriedades da mecânica quântica na Ciência da Computação. Dessa forma o seu principal foco é o desenvolvimento do computador quântico.
Na computação clássica o computador é baseado na arquitetura de Von Neumann que faz uma distinção clara entre elementos de processamento e armazenamento de dados, isto é, possui processador e memória destacados por um barramento de comunicação, sendo seu processamento sequencial.
Entretanto os computadores atuais possuem limitações, como por exemplo na área de Inteligência Artificial(IA) onde não existem computadores com potência ou velocidade de processamento suficiente para suportar uma IA avançada. Dessa forma surgiu a necessidade da criação de um computador diferente dos usuais que resolvesse problemas de IA, ou outros como a fatoração de números primos muito grandes, logaritmos discretos e simulação de problemas da Física Quântica.
A Lei de Moore afirma que a velocidade de um computador é dobrada a cada 18 meses. Assim sempre houve um crescimento constante na velocidade de processamento dos computadores. Entretanto essa evolução pode atingir um certo limite, um ponto onde não será possível aumentar essa velocidade e então se fez necessário uma revolução significativa na computação para que este obstáculo fosse quebrado. E assim os estudos em Computação Quântica se tornaram muito importantes e a necessidade do desenvolvimento de uma máquina extremamente eficiente se torna maior a cada dia."
Fonte:wikipedia.


Uma das razões que faz com que computadores quânticos não sejam exatamente uma realidade nós dias atuais é que ainda não conseguimos detectar erros e corrigir esses erros.

Mas uma equipe de físicos demonstrou a capacidade de detectar e corrigir erros durante o armazenamento de estados quânticos em um diamante. Tradicionalmente, erros em estados quânticos são impossíveis de se corrigir, porque mesmo um simples ato de observá-los faz com que seus valores mudem; no entanto, cientistas podem finalmente ter feito uma teoria se tornar realidade. O PhysOrg explica o processo de emaranhamento:


Este é o fenômeno contraditório que os sistemas quânticos podem se tornar tão fortemente conectados que eles não podem mais ser descritos separadamente. Ao codificar o estado quântico em um estado emaranhado de múltiplos bits quânticos é possível comparar os estados dos bits quânticos para detectar erros, sem medir ou perturbar o estado quântico codificado em si.

É galera isso abre as portas para um estado quântico mais estável e duradouro e, assim, um computador quântico que realmente funciona. Cientistas até conseguiram demonstrar esse método de correção de erros em temperatura ambiente, o que significa que os tais computadores quânticos não precisariam ficar em um freezer para funcionar direito é podendo ser um tecnologia acessível a todos.

E não são só os computadore que irão ficar mais rápidas, a internet também. Cientistas europeus apresentaram um aparelho capaz de teleportar informações quânticas através da fibra de telecomunicações. Para isso, é preciso de fótons emaranhados compatíveis com a energia discreta da memória quântica, ou seja, um comprimento adequado com a fibra. È um pouco complexo e confuso para quem não entende de física, mas tudo isso representa um grande avanço nos sistemas de comunicação atuais. Para vc ter uma ideia seria como se a nossa internet dos dias atuais fosse um fusca  é essa nova seria uma ferrari, imagine isso no futuro como vai proporcionar uma mudaça radical no mundo como a conhecemos;

Nenhum comentário